segunda-feira, 15 de agosto de 2016

A História da Escola Dominical II

A Escola Dominical é uma das instituições mais úteis, benéficas e duradouras da história do protestantismo. Ela se insere no contexto mais amplo da Educação Religiosa ou Educação Cristã, que sempre tem sido uma preocupação da Igreja, desde os tempos apostólicos. O interesse em instruir, educar e capacitar o povo de Deus foi muito importante no Antigo Testamento, no contexto da família e da vida religiosa de Israel. No período interbíblico surgiu uma importante Agência Educativa Judaica que foi a SINAGOGA. O ensino recebeu enorme ênfase no ministério de Jesus, que foi MESTRE e reuniu em torno de si os seus discípulos. Na Igreja Primitiva, as atividades didáticas foram fundamentais para a propagação e consolidação do novo movimento, como se pode verificar amplamente nos livros do Novo Testamento.
Em 1824 foi fundada a União Nacional de Escolas Dominicais, que organizou os líderes, publicou literatura e criou milhares de escolas no interior do país. Na mesma época, muitas denominações começaram a criar as suas próprias uniões de escolas dominicais.Até a década de 1870, existiram dois tipos de Escolas Dominicais:
(a) missionárias, que evangelizavam crianças em áreas rurais e bairros pobres das grandes cidades;
(b) eclesiásticas, que educavam os filhos dos membros das igrejas.
Em 1869 reuniu-se a primeira Convenção Nacional de Escolas Dominicais (passou a denominar-se Convenção Internacional em 1875).
Em 1905, foi criada a Associação Internacional de Escolas Dominicais, que passou a promover convenções em muitos países, algumas das quais tiveram a presença de brasileiros. 
 ( Fonte: http://www.mackenzie.br)


Como surgiu a Escola Bíblica Dominical

A moderna instituição conhecida como “Escola Bíblica Dominical” teve como seu principal fundador o jornalista inglês Robert Raikes (1735-1811). Ele era natural da cidade de Gloucester e em 1757, aos vinte e dois anos, sucedeu o pai como editor do GloucesterJournal, um periódico voltado para a reforma das prisões. Nessa época, estava ocorrendo na Inglaterra o extraordinário avivamento evangélico, com sua forte ênfase social. Inspirado por outras pessoas, Raikes iniciou uma escola em sua paróquia em 1780. Ele ensinava crianças pobres de 6 a 14 anos a ler e escrever e dava-lhes instrução bíblica.
A idéia de Raikes rapidamente se alastrou pelo país. Apenas cinco anos mais tarde, em 1785, foi organizada em Londres uma sociedade voltada para a criação de escolas dominicais. Um ano depois, cerca de 200.000 crianças estavam sendo ensinadas em todo a Inglaterra. No princípio os professores eram pagos, mas depois passaram a ser voluntários. Da Inglaterra a instituição foi para o País de Gales, Escócia, Irlanda e Estados Unidos.
No fim do século XVIII, quando ocorreu a Independência dos Estados Unidos, muitas crianças, especialmente pobres, não tinham acesso à educação. As Escolas Dominicais vieram suprir essa carência, além de unir o Ensino Religioso ao Ensino Geral. A Primeira Escola Dominical americana surgiu numa residência da Virgínia em 1785. Na década seguinte, foram criadas Escolas em Boston, Nova York, Filadélfia, Rhode Island e Nova Jersey. Destinavam-se a crianças que careciam de educação, muitas das quais trabalhavam em indústrias. Na cidade de Pawtucket, Estado de Rhode Island, foi iniciada uma escola na primeira usina de algodão dos Estados Unidos. Os primeiros dirigentes em geral eram leigos e líderes comunitários; o texto usado era a Bíblia e as matérias incluíam leitura, redação e valores cívicos e morais. Essas Escolas Eominicais prepararam o caminho para a criação de Escolas Públicas.


A Educação Cristã é um Processo Cristocêntrico

Vivemos em um período de diversidade de conceitos, ideologias e paradigmas, frutos de um ambiente pluralista e capitalista que se expande na sociedade e atinge a Igreja De Cristo. E para não cair na armadilha das inúmeras filosofias Pós-Modernas é preciso que a Educação Cristã não se desviasse da Santa Palavra de Deus. È heresia  incentivar e motivar a participarem da mesma por meio de premiações principalmente em dinheiro.Diante da sociedade capitalista percebe-se que muitos enlouqueceram ao mercadejar a Palavra até no Processo da Educação Cristã, onde os valores e os princípios bíblicos são fundamentais. A Educação Cristã é o Processo Cristocêntrico, baseado na Palavra de Deus e relacionado com o aluno, para comunicar através do Espírito Santo e edificação em Cristo Jesus. È o esforço divino-humano deliberado, sistemático e contínuo de comunicar ou apropriar-se do conhecimentos,valores, atitudes,habilidades, sensibilidades e o comportamento que são consistentes com a FÈ CRISTÃ. A Educação Cristã através da Escola Bíblica Dominical apóia a transformação e renovação de pessoas, grupos e estruturas pelo Poder do Espírito Santo para conformar-se á vontade de Deus, na Pessoa de Jesus Cristo. Educação Cristã é um Processo de Educação e Aprendizado sustentado pelo Espírito Santo, portanto não pode e nem deve ser levado para o lado capitalista e de interesse de terceiros desenformados do verdadeiro sentido da base bíblica que é Jesus Cristo, que mandou dar a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.(Mateus 22:21).





A Educação Cristã no Século XXI

Propósitos da Educação Cristã Hoje:
-Aperfeiçoamento integral do ser humano, à luz dos preceitos ensinados pelo Senhor Jesus em Sua Palavra, preparando-o para cumprir seu principal objetivo neste mundo  Adoração e o Serviço ao Senhor. A Educação deve começar no LAR, são os pais os que devem ensinar os filhos os valores morais e espirituais. Entendendo através da Bíblia que Jesus de Nazaré é a Base Bíblica e Histórica da Educação Cristã.
 Currículum da Educação Cristã
-A Bíblia;
-Todo e qualquer material utilizado como fonte de ensino deve ser embasado biblicamente e estar de acordo com o propósito da Educação Cristã;
-Articulação: cotidiano x aprendizagem;
 Princípios Educacionais
-Educação: mandamento de Deus;
-Deus foi o primeiro a ensinar;
-Disciplina;
-Ofício de ensinar é sagrado
A Educação Cristã adquirirá maior importância quando a sociedade mesma da qual fazemos parte, compreenda que a EDUCAÇÃO deve integrar VALORES, VIRTUDES e PRINCÍPIOS BÍBLICOS com o fim de poder modelar a vida dos alunos, para que estes possam ser convertidos dando testemunho vivo de sua obediência á Palavra de Deus.
 “O desafio da Educação Cristã no século XXI é o nosso desafio! O nosso desafio de transmitir os ensinamentos bíblicos a esta geração. De que forma você tem feito isto? Como e o que você tem publicado na Rede Social que participa? Como e o que você tem conversado com seus vizinhos? Quais assuntos são motivos de nossos debates e conversas em nossas casas? A Palavra de Deus precisa estar presente em todo nosso contexto de vida.( Extraído do Blog do Pastor Ciro Sanches Zibordi)

A História da Educação Cristã I

Para a Assembleia de Deus, a Educação é uma atividade de grande  importância na vida dos salvos e remidos na Pessoa de Jesus Cristo.Ao longo do tempo a Educação Cristã contribui para preservar e expandir a fé cristã.Em todas as épocas muitos cristãos têm se dedicado a essa nobre tarefa.Aqui objetivo informar alguns significativos da atividade docente da Igreja desde os primeiros tempos até este século. E a forma que Deus direcionou a instrução de seu povo desde o início, e entendermos que a essência da Educação Cristã que nasceu no Coração de Deus.
 Princípios da Educação Cristã
-Bíblia como regra de fé e prática;
-Aplicação e articulação dos textos bíblicos tipo de pessoa;
-Uso de linguagem apropriada para cada tipo de pessoa.
 Métodos
-Ensino oral;
-Procedimentos normativos;
-Parábolas.
 A Educação entre os Hebreus: Centros de Educação em Israel
-LAR: Deuteronômio 6-6:7-O Plano de Deus foi à Educação no Lar;
-TEMPLO:1Samuel 1:24 e 2:18-Crianças pequenas eram apresentadas para servir no Templo;
-SINAGOGA:Marcos 5:6 – Jesus ensinou na Sinagoga;
-ESCOLA de PROFETAS: 2Reis 6:2-Quando Eliseu orou e o machado flutuou seus moços estavam construindo uma escola de profetas.
 Propósitos da Educação Hebraica
-Transmitir herança histórica;
-Instruir na conduta ética;
-Assegurar a presença de Deus e sua adoração
 Currículum da Educação Hebraica
-Simbolismo e ritual;
-Lei, literatura de sabedoria;
 A Educação Judaica: Sinagoga: Culto e Ensino
-Principal Fonte – Escrituras
-Mestre ocupava lugar de honra e devia possuir qualidades morais;
-Preocupação com o aluno;
-Ensino teórico e prático;
-Ponto negativo – repetição e memorização obrigatória.
 A Educação na Igreja Primitiva: Propósitos
-Primeiros cristãos: modo de vida simples;
-O modo de viver, os cultos e a comunhão que os primeiros cristãos partilhavam eram fortes instrumentos educativos.
 Funções do Ensino:
-Preparação para o Batismo;
-Comunicar e conservar a tradição cristã.
 Principais Fontes
-Escrituras;
-Transmissão oral dos ensinos de Jesus;
-Cartas dos Apóstolos;
-Didache ou Doutrina - conhecido como “O Ensino dos Doze Apóstolos”,



Características da Escola Dominical como Agência Educadora

Segundo o Livro do Pastor Marcos Tuler "Abordagens e Práticas da Pedagogia Cristã", as principais características da Escola Bíblica Dominical-EBD- são:
01-Ensino Bíblico Ortodoxo: há igrejas que permitem o modismo relacionados principalmente ao entretenimento e á desconcentração, tomem lugar do genuíno estudo Sistemático e Metódico das Escrituras.
02-Plena Comunhão:desde dos primórdios a Igreja Cristã preserva na Doutrina e nas Instruções dos Apóstolos.
03-Promotora de Edificação Espiritual:A EBD não cuida apenas da formação espiritual do crente, ela se preocupa com sua edificação total, que inclui bons costumes, o exercício da cidadania e a formação do caráter. E Escola Biblica Dominical muitas vezes corrige e complementa a educação Ministrada nas instituições seculares.
04-Planeja todas as atividades:O principal objetivos dos que se esmeram no Ministério de Ensino na Igreja é que as EBDs cresçam e se desenvolvam em todos os âmbitos, aspectos e sentidos, mas para isso, é necessário que se faça sério e eficiente Planejamento, nenhuma EBD crescerá de verdade sem um cuidadoso e detalhado Plano de Ação e expansão.
05-Trabalha com Métodos Criativos: a EBD tende a esvaziar-se á medida que os alunos percebem que as aulas são improdutivas, monótonas e desinteressantes. Adotar a variar Métodos Criativos é o ÙNICO meio de dirimir a questão da evasão.Entretanto, torna-se importante que o Corpo Docente saiba utilizar eficientemente os Métodos. Não devemos tornar nossos Métodos rígidos, mas permitir os meios de comunicação mais ráticos e flexíveis. Dentre os Métodos e Técnicas mais aplicáveis no Ensino da Escola Dominical, destaca-se: debates, painéis, dinâmicas, discussão em grupo, perguntas e respostas e dramatização entre outros...

EBD-Agencia de Genuíno Avivamento

A Escola Bíblica Dominical é uma fonte de avivamento. A Palavra de Deus nos diz: "Achei o Livro da Lei na Casa do senhor (2Crônicas 34:15), portanto, é um chamado á descoberta do Ensino da Palavra de Deus como base de todo avivamento. Não existe outro caminho para manter a Igreja viva, a não ser o Retorno ás Escrituras, como ocorreu no tempo do Rei Josias. O resultado da descoberta do Livro da Lei, perdido na Casa do Senhor foi que o rei humilhou-se perante Deus, levou o povo a reunir-se para ouvir a Leitura das Escrituras e renovar a Santa Aliança de obediência. Estabeleceu os sacerdotes para servirem na Casa de Deus, ordenou aos Levitas que se consagrassem para o serviço e celebrou a Páscoa, algo que parecia então estar esquecido na liturgia do culto judaico. Onde a Palavra de deus é ensina e praticada, o avivamento acontece.Pecados são confessados e perdoados, os ídolos pessoais são banidos, o desinteresse pelas coisas de Deus desaparece, a aliança espiritual é renovada e o povo passa a celebrar, com alegria, a vitória recebida...